segunda-feira, 17 de outubro de 2011

HEMOBA: O QUE VOCÊ PRECISA SABER - LABORATÓRIO DE IMUNOHEMATOLOGIA

Ana Cláudia Neves, Coordenadora da UCT de Jequié, realizando a sua doação voluntária de sangue: Projeto HEMOBA Solidário


1. Qual a função do Laboratório de Imunohematologia?

O Laboratório de Imunohematologia de Doador faz parte da Diretoria de Hemoterapia e realiza triagem imunohematológica dos doadores de sangue através de testes.

2. Quais os testes realizados? 
  • Classificação dos grupos sanguíneos ABO/Rh através das provas direta e reversa pela metodologia de gel centrifugação; 
  • Pesquisa de anticorpos irregulares pela metodologia de gel centrifugação; 
  • Pesquisa de D fraco e CDE através da técnica de gel centrifugação;
  • Fenotipagens eritrocitárias dos sistemas Rh/Kell dos seguintes antígenos: C, c, E, e, K pela metodologia de gel centrifugação;
  • Fenotipagens eritrocitárias dos sistemas MNS, Kidd, Duffy dos seguintes antígenos: M, N, S, s, Jka, Jkb, Fya, Fyb, e dos antígenos Kpa, Kpb pela metodologia de gel centrifugação. Estas fenotipagens são realizadas em doadores de repetição, de preferência do grupo O positivo, além de outros critérios. A realização das fenotipagens é importante para que o Hemocentro tenha um banco de doadores fenotipados cadastrados, pois quando os pacientes aloimunizados (principalmente os que têm anemia falciforme) necessitam de uma bolsa de sangue negativa para o anticorpo que ele tem, se recorre a este banco de dados, principalmente, se for fenótipos raros;
  • Pesquisa de subgrupo de A pela metodologia em tubo;
  • Exclusão da hemoglobina S através do teste de solubilidade pela metodologia em microplaca.
3. Como são realizados esses testes?

O laboratório de Imunohematologia realiza os testes de triagem para todos os doadores de sangue através da coleta de dois tubos de tampa roxa com anticoagulante (EDTA) coletados no momento da doação juntamente com as amostras para a sorologia. Toda vez que o doador comparece à Fundação HEMOBA todos os testes são realizados novamente. Somente a fenotipagem, se já tiver sido identificada, não é realizada novamente.

4. Quais equipamentos são utilizados nos testes?

Os testes de grupos sanguíneos, pesquisa de anticorpos irregulares são realizados através de equipamentos automáticos (Hamilton e saxo). Os outros testes são realizados através de equipamentos semi-automáticos (lncubadora, centrífuga para cartões e saxo). Todos os resultados são interfaceados para o sistema Hemovida.
  
5. O Laboratório de Imunohematologia realiza testes somente das amostras do Hemocentro Coordenador?

Este laboratório trabalha com as amostras do Hemocentro Coordenador e de todas as Unidades de Coleta e Transfusão da HEMOBA. Para isso, funciona de segunda a sábado, inclusive, nas vésperas de feriados, carnaval e sempre que necessitar de liberação de sangue, sendo que às quartas e sextas há plantão noturno para atender à demanda da Hemorrede.

6. Os resultados dos testes são seguros?

Antes dos reagentes serem utilizados, são validados os lotes através de realização do controle de qualidade. Em cada bateria de testes realizados são utilizados controles de qualidades internos que são analisados e se estiverem dentro dos padrões os resultados dos doadores são liberados, se não os testes são repetidos. Contamos ainda com o Laboratório de Imunohematologia Especializada como suporte para resolução de discrepâncias e identificação dos anticorpos irregulares. E antes da liberação, todos os resultados são checados duas vezes para depois serem divulgados. Além do controle de qualidade interno também são utilizados controles de qualidades externos da ANVISA com amostras cegas, sendo depois os resultados comparados para verificar os acertos.

7. Qual a formação dos profissionais que trabalham no Laboratório de Imunohematologia?

Os funcionários que trabalham no laboratório são treinados e bastante experientes. Hoje temos uma equipe de técnicos de laboratório, Farmacêuticos e Bioquímicos. Além disso, qualificamos também estagiários das universidades que têm parcerias com a Fundação HEMOBA. A equipe é qualificada através de cursos de Hemoterapia, treinamentos nos Procedimentos Operacionais e atualizações científicas que acontecem na HEMOBA.